E-commerce: por que criar já o seu?

O e-commerce brasileiro registrou um aumento de vendas de 7,5% no primeiro semestre de 2017, segundo levantamento da Ebit. Os mais de 50 milhões de pedidos totalizaram um faturamento de 21 bilhões em apenas seis meses. Esses números revelam um marco histórico e afirmam o potencial do comércio eletrônico.

No Brasil, a área ainda tem muito o que ser explorada, e é por isso que empreendedores e investidores de pequeno e grande portes estão direcionando sua atenção e capital em lojas virtuais. Já é claro que os consumidores estão cada vez mais habituados a buscar na internet produtos que atendam às suas necessidades e resolvam seus problemas.

Esses dados confirmam que o comércio eletrônico conseguiu driblar o momento de crise vivido em nosso país e vem apresentando um crescimento mais acelerado que do comércio varejista em geral. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), com dados do  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a projeção de aumento de vendas do varejo é de 1,6% para 2017.

Já no e-commerce, de acordo com a Ebit, a estimativa de evolução para o segundo semestre é ainda maior que a apresentada no início do ano. Em função de datas sazonais, como Black Friday e Natal, espera-se um crescimento entre 12% e 15%, o que representa R$ 48,8 bilhões em vendas.

Quais as vantagens do e-commerce ?

As vantagens do e-commerce vão além dos 50 milhões de pedidos e 21 bilhões de faturamento em seis meses. Essa modalidade de comércio tem ganhado cada vez mais investidores por exigir menor investimento inicial, ter maior abrangência de público, estar disponível 24 horas por dia e oferecer a facilidade de poder comprar sem sair de casa.

Tal cenário revela um espaço democrático e promissor para investimento de novos empreendedores que querem ingressar no comércio de forma assertiva e também de proprietários de lojas físicas que já estão bem posicionados no mercado local, mas querem ampliar seu território de atuação.

O investimento na criação de lojas virtuais permite que o alcance das vendas seja maior. A internet é uma vitrine livre, sem fronteiras e que deixa os produtos à disposição de qualquer pessoa em qualquer lugar. A localização física da loja ou sede da empresa só é importante no momento de calcular o frete.

Quer mais motivos para investir em e-commerce?

A alta concorrência exige que os empresários estejam atentos ao comportamento do consumidor e às tendências de mercado. Muitos comerciantes estão começando a lidar com uma certa estagnação em seus rendimentos e, em alguns casos, com a queda de faturamento. Em geral, a explicação para tal descompasso recai sobre a alta oferta de mercadorias a preços e condições de pagamento e compra mais alinhados à necessidade do consumidor.

Com a popularização do e-commerce, muitos consumidores estão migrando para o comércio digital. Além de todas as vantagens para o empresário, o e-commerce também apresenta benefícios para quem compra e, por isso, é normal contar um crescimento cada vez maior da área. Não estar no ambiente on-line é perder mercado, abrindo espaço para o concorrente ter destaque e vender mais. Afinal, no e-commerce, o consumidor conta com uma loja aberta 24 horas que entrega a mercadoria em domicílio, oferece um atendimento personalizado e, em geral, apresenta preços mais atrativos.

Caso você faça parte do time off-line, saiba que está perdendo vendas há um bom tempo. É nesse caminho que pretende continuar? Se você chegou até aqui, com certeza não é o que quer e está interessado em entrar no mundo digital. Para entender melhor esse universo, é só continuar nos acompanhando e, caso tenha alguma dúvida ou observação, deixar seu comentário.

  • Share post