Qual a melhor plataforma de e-commerce? Conheça os tipos

Você sabia que existem plataformas de e-commerce que oferecem integração nativa com marketplace e ainda permitem gerenciar campanhas de marketing? Para quem quer ter uma loja virtual e mesmo para as empresas que já vendem na internet, é fundamental conhecer os tipos de plataformas e suas funcionalidades para aproveitar ao máximo o potencial de cada uma e escolher a que oferece maior custo benefício.

PEDIR ANÁLISE DE PRESENÇA DIGITAL

A evolução digital avança rápido e apresenta ferramentas cada vez mais voltadas a otimização de ações que resultam em vendas. Além disso, quanto mais adequada a sua necessidade, mais possibilidades de ação você tem dentro da plataforma de comércio eletrônico.

O que são plataformas de e-commerce?

As plataformas de e-commerce oferecem a base estrutural para a criação de lojas virtuais, ou seja além da hospedagem dos produtos, elas possuem o sistema operacional pronto, muitas vezes, automatizado, sendo necessário o lojista apenas cadastrar e fazer o gerenciamento do que se pretende vender.

Entretanto, os serviços destas plataformas vão além e para escolher, você deve considerar as particularidades do seu negócio e tipos de operações que seriam úteis a médio e longo prazo.

Tipos de plataforma de e-commerce

Existem diferentes caminhos para você criar uma loja virtual. Sendo diferenciadas pelo sistema operacional, licenças de uso, mecanismos de gerenciamento, funcionalidades e processo de instalação. O custo benefício de cada uma depende das necessidades do seu negócio e disponibilidade de mão de obra especializada, veja porque conhecendo os tipos de plataformas de e-commerce.

Plataforma SaaS

Software as a Service, ou apenas SaaS é uma plataforma bastante popular entre os lojistas, pois foi desenvolvida para quem não quer trabalhar com tecnologia da informação de forma avançada. Trata-se de um software de código fonte terceirizado, isso significa que você aluga o sistema pagando mensalmente ele.

Essa é uma ótima alternativa para quem busca uma plataforma de rápida implantação e gerenciamento fácil. Existem diferentes alternativas no mercado que oferecem esse tipo de sistema, que pode ser aplicado a lojas virtuais de pequeno, médio e grande porte.

Open source

A criação de loja virtual com base no open source usa um código aberto gratuito. Apesar de tratar-se de uma estrutura livre, a instalação pode ser mais demorada e ter um custo mais elevado, pois é necessário o trabalho de um desenvolvedor. Por outro lado, esse sistema é altamente customizável, sendo possível criar funcionalidades específicas para sua loja virtual.

Os sistemas de open source mais usados para criação de comércio eletrônico são o Magento e WordPress. Neste segundo caso, para que o site tenha as funcionalidades de uma loja virtual, é necessária a instalação de um plugin.

Plataformas próprias

Existem as plataformas que são criadas do zero sem partir de qualquer tipo de apoio como no caso do open source. Nestes casos, é necessário o trabalho de uma equipe de TI que ficará responsável tanto pelo desenvolvimento, como pela administração do e-commerce.

Não existe custo de aquisição, mas exige o trabalho de manutenção que deve feito por profissionais qualificados e isso pode envolver um valor maior que nos demais tipos de plataformas.

Antes de optar pelo desenvolvimento de plataformas próprias, é importante considerar que este passo exige uma evolução muito grande no processo de conhecimento, que abrange desde questões técnicas de logística até conhecimento aplicado sobre a estrutura de programação. Ou seja, sua empresa precisará contar com departamento próprio de tecnologia da informação para a criação, atualização e gestão da plataforma.

Por isso, esta opção é indicada apenas para alguns tipos de empresa em que o alto faturamento não compensa a sustentação de uma plataforma alugada.

Quais as melhores plataformas de e-commerce?

Existem diversas plataformas que se enquadram nos segmentos destacados, por isso além de escolher o tipo, você deve saber identificar qual a melhor opção dentre as que estão no mercado. Destacamos algumas que oferecem ótimo custo-benefício e são perfeitas para atender as necessidade de diferentes perfis de lojistas.

Plataforma XTECH Commerce

A XTECH Commerce é uma plataforma de e-commerce que segue o sistema SaaS, sendo sua contratação condicionada ao pagamento de uma taxa mensal. A estrutura possibilita a integração do e-commerce com marketplaces de forma simples e rápida, o que permite que sua loja venda em grandes e-commerces.

A XTECH é uma plataforma de loja virtual customizável que permite o gerenciamento de ações de marketing criação de campanhas de e-mail e segmentação de grupos de clientes conforme o comportamento dentro do e-commerce, dessa forma você consegue desenvolver uma ação de pós-venda.

Trata-se de uma boa opção para lojistas que estão começando a vender na internet por oferecer ótimo custo benefício. O valor de contratação é acessível e as funcionalidades atendem bem as necessidades deste público.

Loja integrada

A Loja Integrada é um tipo de plataforma de comércio eletrônico que atende ao sistema SaaS, ou seja, o lojista faz um aluguel para ter acesso aos serviços. Suas funcionalidades são compatíveis com a maior parte das necessidades de pequenos lojistas, além disso, trata-se de uma plataforma que demanda um investimento mais acessível.

A contratação é feita por meio planos que incluem funcionalidades específicas. Por isso, ao escolher é importante saber analisar quais as necessidades da sua empresa e o custo benefício de cada pacote. Entretanto, existem alguns recursos importantes para a venda que não são disponibilizados em nenhum plano da plataforma.

Tray Tecnologia

A Tray Tecnologia é mais exemplo de plataforma SaaS que se destaca por oferecer estabilidade e serviços importantes como frete fácil, e-mail marketing, chat online, sistema responsivo, certificado de segurança, integração com os principais marketplaces do mercado e mais de 200 funcionalidades para montar uma loja virtual completa.

A plataforma disponibiliza um pacote de ferramentas com foco na conversão e diversas opções de layout para construção da loja virtual. Há ainda a possibilidade de personalização com temas exclusivos, pois pode-se fazer a gestão do front end.

Magento

A plataforma Magento é o melhor exemplo de estrutura de código aberto, sendo usada pela maior parte das lojas que optam por este sistema. Trata-se de um sistema que possibilita a criação de uma loja virtual personalizada, podendo-se implementar funcionalidades específicas de acordo com o segmento do lojista.

A plataforma de loja virtual é desenvolvida em PHP e possui arquitetura modular independente, em que o desenvolvedor pode instalar plugins que agregam funcionalidades específicas.

Plataforma VTEX

A VTEX é uma das referências quando o assunto são plataformas de e-commerce em sistema SaaS. Além de oferecer uma estrutura completa e em constante aprimoramento, oferece diversas funcionalidades que ajudam a otimizar o processo de venda, facilitando a experiência do usuário e resultando em conversões.

A VTEX possui  integração nativa com marketplace, incorporação de meios de pagamento, frete, área para configuração de SEO, newsletters, cupom de desconto, compre junto e outros mecanismos com arquitetura de programação pronta para ativação.

A plataforma VTEX é indicada para médias e grandes empresas que já vendem ou desejam vender na internet. Sua estrutura oferece garantia de estabilidade mesmo em situações de grande tráfego como a black friday e o lojista não precisa se preocupar com a capacidade de expansão da loja, pois o sistema é preparado para crescer na medida da sua necessidade.

São mais de 1.500 lojas virtuais que usam a plataforma VTEX em 16 países. Dentre elas, destacamos Walmart, Disney, Sony, Boticário e Coca-Cola.

Para ter sua loja funcionando neste sistema, é preciso contar com uma agência certificada que tenha experiência na plataforma e possa oferecer soluções que melhor se encaixam às necessidades da sua empresa. A Luz Própria possui equipe certificada e é uma agência indicada pela VTEX para gerenciar o projeto da sua loja virtual.

Como avaliar uma plataforma de loja virtual?

Antes de contratar uma plataforma, procure entender as necessidades da sua empresa e tenha bem claro quais são os planos futuros. Ao criar uma loja virtual você precisa considerar que a estrutura dela deve ser flexível e comportar o crescimento do público atendido atualmente por seu comércio, pois certamente crescerá na internet.

Uma forma de não errar é investir em muita pesquisa sobre as plataformas e também sobre o seu próprio negócio. Estabeleça seus objetivos e converse com profissionais qualificados que possam auxiliar com dicas e informações úteis que poderão direcionar sua escolha. Na Luz Própria a equipe possui experiência e certificação em plataformas de e-commerce para orientar você da melhor forma.

Por isso se quiser saber o que já foi feito e quais os resultados, é só clicar no botão abaixo. Além de apresentarmos as soluções em e-commerce  que se encaixam melhor a realidade do seu negócio, também faremos uma análise gratuita de presença digital da sua empresa para que você saiba qual a relevância dela na internet.

PEDIR ANÁLISE DE PRESENÇA DIGITAL

  • Share post