--> Estudo analisa mercado brasileiro de web analytics - Luz Própria Blog | Blog Luz Própria

Estudo analisa mercado brasileiro de web analytics

Estudo realizado em 306 das 500 Maiores Empresa da revista Exame mostra que a metade não utilizam tags para métricas em seus sites. Entre as que usam, predomina o Google Analytics.

Entre as empresas no Brasil que usam softwares de web analytics, grande parte ainda os utiliza mais para quantificar visitantes e páginas vistas do que para otimizar os processos em seus sites.

No entanto, algumas mudanças já podem ser identificadas nesta fotografia, como indica um estudo (arquivo pdf) desenvolvido pela WA Consulting no período de janeiro e fevereiro deste ano.

O objetivo do estudo era saber que tipos de softwares de web analytics baseados em tags são utilizados no mercado brasileiro, considerando um grupo de 306 empresas listadas entre as 500 Maiores e Melhores da revista Exame.

Para auxiliar na pesquisa foram usadas duas extensões do Firefox (WASP e Ghostery).

Tags ou logs?

Cerca de 50% dos sites não têm qualquer tag em suas páginas e provavelmente ainda usam os arquivos de log.

Nas empresas em que a migração ocorreu, o Google Analytics é o mais utilizado (68%), seguido por Omniture (10%) e Webtrends (7%). Certifica, do Chile, e Predicta, têm 3% do mercado cada um. Outros programas, como Clicky, Coremetrics, Estat e Tracker, têm 9% do mercado juntos.

Google Analytics é o software mais utilizado em 306 empresas entre as 500 Maiores e Melhores da revista Exame.

Segundo a consultoria, um dado que chama a atenção é o número de empresas que ainda têm a versão antiga do Google Analytics (o Urchin) ­- cerca de 53%. Ou seja, estão deixando de utilizar as novas facilidades do software.

.

Mais da metade das empresas que usam o Google Analytics ainda contam com a versão antiga, quando o GA ainda era Urchin.

Também foram analisadas as empresas que têm mais de um web analytics. Somente 7.2% utilizam outro software e, com ele, o Google Analytics.

A análise de utilização de web analytics mostrou que montadoras de automóveis, empresas de bebidas, e-commerce, eletrônica, farmácia e os portais são as que mais aderiram aos web analytics com tags, com mais de 60% de penetração.

Na outra ponta, temos as indústrias como alimentação, educação, governo, bancos, serviços com menos de 40%.

Conclusões

O mercado brasileiro na web é um dos maiores do mundo, com mais de 50 milhões de usuários. Segundo a WA Consulting, as empresas começam a entender a necessidade de conhecê-lo cada vez mais, em busca de melhorar seus processos, investir verba publicitária no lugar certo e melhorar a fidelização dos seus clientes.

A consultoria acredita que o mercado de web analytics no Brasil vai crescer a passos largos. E o mercado mais promissor para a compra de serviços de análises e consultoria em métricas em 2009 está nos segmentos compostos pelos bancos, pelo governo, telecomunicações e educação.
Fonte: [Webinsider]No Deposit Bonus Binary Options

  • Share post